[imprimir]

logo universidade    Bioclimatologia animal on line
                                     pesquisa e criação: Armando José Capeletto

        Mocó (Kerodon rupestris)

         [mocó]

        É um pequeno roedor, herbívoro, típico das regiões rochosas do semi-árido do Nordeste do Brasil, usado na alimentação humana como fonte de proteína animal, especialmente em períodos de seca, o que tem levado os pesquisadores a estudarem a viabilidade econômica de sua criação em grande escala.

        É parecido com a preá, sendo porém maior e com particularidades diferentes como: longas pernas propulsoras, unhas rombas, coxins espessos que lhe permitem subir com facilidade em pedras e árvores. Seu peso de adulto é em média 800 g. Sua carne é muito apreciada pelos sertanejos.

        Sua pele poderá ser usada para o fabrico de artefatos diversos.

        O CERAS/ESAM (Centro de Multiplicação de Animais Silvestres da Escola Superior de Agricultura de Mossoró, RN) realiza pesquisas sobre a preservação e exploração de roedores silvestres, incluindo o mocó, a preá e a cutia. As pesquisas abrangem aspectos reprodutivos, nutricionais e as condições sanitárias da criação do mocó (Kerodon rupestris) em cativeiro.        

[mocó]

 


[voltar]  Jacaré

 Paca  [avançar]

[ABERTURA] [ ANIMAIS DE BIOTÉRIO] [ANIMAIS SILVESTRES] [AVES] [BOVINOS] [BUBALINOS] [CAPRINOS] [COELHOS] [CHINCHILAS] [EQÜINOS] [OVINOS] [SUÍNOS] [BIBLIOGRAFIA] [CIÊNCIAS AMBIENTAIS] [IMPRIMIR] [MAPA DO SITE] [VOLTAR]

[Envia mensagem]

atualizado em: maio/2002

Copyright (c) 2001-2002 Armando José Capeletto Todos os direitos reservados