[imprimir]
[em construção]
 
[logo] Bioclimatologia animal on line

pesquisa e criação: Armando José Capeletto

 

Caracterização das raças de ovinos existentes no Brasil
  • [Fonte: EMBRAPA, 2000]

        Raça: Bergamacia
    • Origem: Itália
    • Aptidão: leite (principal)
    • Média de peso: 80 Kg.
    • Histórico: Provavelmente originadas de ovelhas provenientes do Sudão, são pouco criadas fora da Itália. No Brasil encontram-se alguma criações na Bahia, onde os machos são conhecidos como carneiros indianos.
    • Características: Animais de grande porte, brancos e mochos. São rústicos, porém, bastante exigentes em termos de alimentação. Ovinos de multipla utilidade, produzem leite, lã e carne. Aclimataram-se muito bem no norte e nordeste do Brasil.

     

        Raça: Border Leicester
    • Origem: Inglaterra/Escócia
    • Aptidão: carne/lã
    • Média de peso: 100 Kg.
    • Histórico: Descendem de cruzamentos entre as raças leicester, wendsleydale e cheviot. Raça de origem recente, formada há mais ou menos cinquenta anos. Está sendo origem de outras raças como: mule, blackface e greyface, ainda ausentes no Brasil.
    • Características: Ovelhas grandes, de cara branca. Lã larga e abundante, utilizadas em almofadas e tapetes. Pescoço comprido, tórax amplo, pernis musculosos. Membros altos e finos, cascos unidos e sólidos.

     

        Raça: Cariri
    • Origem: Nordeste Brasileiro
    • Aptidão: carne/pele
    • Média de peso: 65 Kg.
    • Histórico: Originou-se de uma mutação dominante responsável pela pelagem característica deste agrupamento genético, ocorrido em rebanho das raças santa inês e morada nova, cruzada com animais da raça black belle, vindos da Ilha de Barbados.
    • Características: Ovino deslanado, de médio porte. As fêmeas são boas criadeiras. São animais muito rústicos; cabeça média, cauda fina, podendo apresentar a ponta branca. Cascos escuros.

     

        Raça: Corriedale
    • Origem: Nova Zelândia
    • Aptidão: lã/carne
    • Média de peso: 90 Kg.
    • Histórico: Criada por volta de 1860. Surgiu da cruza entre romney marsh com merino e, posteriormente com lincolln e leicester. Distribuída pelo mundo inteiro, na América do Sul é a raça mais importante.
    • Características: Lã tipo cruza fina. Animais sempre mochos. Quartos volumosos, cascos negros ou escuros. Membros não muito compridos. É a raça mais equilibrada em termos de lã/carne. Bastante criada no Rio Grande do Sul.

     

        Raça: Crioula
    • Origem: Peru/Argentina
    • Aptidão: pele/lã colorida
    • Média de peso: Kg.
    • Histórico: Acredita-se que teve origem na Churra, trazida para a América do Sul pelos colonizadores ibéricos. Existem vários tipos de crioulos. Durante vários séculos procriaram em extrema liberdade, vivendo em estado semi-selvagem.
    • Características: possuem uma enorme rusticidade. São animais pequenos, chifrudos, de cabeça e pescoço longos e finos. São brancas, pretas ou marrons, podendo apresentar pelagens coloridas. Lã de pouca qualidade e carne saborosa e sem gordura. Produz bons pelegos.

     

        Raça: Dorset
    • Origem: Inglaterra
    • Aptidão: carne/lã
    • Média de peso: 90 Kg.
    • Histórico: Proveniente dos condados de Dorset e Somerset. Encontra-se nos EUA, Nova Zelândia, Índia e Austrália, além dos países de clima tropical. No México, é usada na produção de cordeiros para abate, em cruzamentos com pelibuey.
    • Características: Clara, com orelhas e patas brancas, Capaz de realizar três partos em dois anos. Lã branca e curta, de qualidade média. Muito apreciada por sua precocidade e produção leiteira.

     

        Raça: Hampshire Down
    • Origem: Inglaterra
    • Aptidão: carne/lã
    • Média de peso: 115 Kg.
    • Histórico: Origina-se do condado de Hampshire, sul da Inglaterra. É o resultado do cruzamento entre a raça Southdown e as raças Berkshire Knot e Wiltshire.
    • Características: Possuem a cara negra, são animais rústicos e resistentes ao frio. Possuem a cabeça mocha, pescoço forte. Cascos pequenos e escuros.

     

        [ideal]Raça: Ideal ou Polwarth
    • Origem: Austrália
    • Aptidão: lã/carne
    • Média de peso: 70 Kg.
    • Histórico: Surgiu por volta de 1880. Possui 3/4 de sangue merino australiano, 1/4 de lincoln. Fora da Austrália é encontrada no Uruguai e no Brasil, particularmente no Rio Grande do Sul.
    • Características: Animais mochos, de porte mediano. Lã branca, de boa qualidade. Cascos escuros e não manchados. Fêmeas sempre mochas, membros curtos. Recomendável apenas para campos limpos e terrenos enxutos.

        Île-de-FranceRaça: Île d'France
    • Origem: França
    • Aptidão: carne/lã
    • Média de peso: 100 Kg.
    • Histórico: Formada a partir do rambouillet, dishley e lencester.
    • Características: Grande precocidade, boa fertilidade. Corpo musculoso. Cara destapada, com pelos brancos. Animais com guampas, muito parecidos com o polled dorset. Lã branca.

     

        Raça: Karakul
    • Origem: Ásia Central
    • Aptidão: pele/lã colorida
    • Média de peso: 65 Kg.
    • Histórico: Raça antiga. Acredita-se que procede da cruza entre as ovelhas negras danadar com uma ovelha nativa e precoce chamada arabi. Distribuída por diversos países do mundo, principalmente por sua pele, o astracã, de grande valor comercial.
    • Características: Lã lisa e grosseira. Cascos cinzentos. Presença de chifre no macho. Focinho pontiagudo e boca fina. Corpo estreito e alongado. Cauda baixa e ventre volumoso. A lã do adulto tem pouco valor comercial. São extremamente rústicos e os partos duplos são comuns.

     

        Raça: Merino Australiano
    [merino australiano]
    • Origem: Austrália
    • Aptidão: lã/carne
    • Média de peso: Kg.
    • Histórico: Importados para a Austrália em 1789. Eram 29 cabeças, provenientes do Cabo da Boa Esperança. É constituido por 25% de merino espanhol, 40% americanos, 30% de alemães e 5 % de francês.
    • Características: Peso variável, dependendo do tipo. Lã cobrindo todo o corpo exceto as orelhas. Presença de guampas apenas nos machos. Pescoço curto e largo. Lã de ótima qualidade. Presente em pouco número fora da Austrália, em algumas províncias da Argentina.

     

        Raça: Morada Nova morada nova
    • Origem: Nordeste Brasileiro
    • Aptidão: carne/pele
    • Média de peso: 60 Kg.
    • Histórico: Resultado possivelmente da seleção natural e recombinação de fatores sofridos por ovinos bordaleiros e churros, trazidos pelos colonizadores portugueses; a ação continuada do ambiente quente e seco do nordeste promoveu a perda de lã destes animais.
    • Características: Animais deslanados, mochos, de pelagem vermelha ou branca; cabeça larga e alongada. Cauda fina e média. Animais muito rústicos, com maior adaptação a regiões áridas. Mucosas e cascos despigmentados.

     

        Raça: Polipay [polipay]

    • Origem: Estados Unidos
    • Aptidão: carne/lã
    • Média de peso: 80 Kg.
    • Histórico: Criado por volta de 1967. Cruza entre animais Rambouillet, Targhee, Finesa e Dorset . Atualmente existe só nos EUA e poucos exemplares no México. Nos EUA já existe uma associaçãodos criadores desta raça.
    • Características: Animal de lã branca, de médio nível de qualidade, porém com velos de bom peso. Alta fertilidade e elevado nível de crescimento. Peso ao nascimento ao redor de 4 Kg. Média de produção de lã de 4kg e espessura de 60'S.

     

        [polled-dorset]Raça: Polled-Dorset

    • Origem: Inglaterra
    • Aptidão: carne/lã
    • Média de peso: 90 Kg
    • Histórico: Proveniente dos condados de Dorset e Somerset. Encontra-se nos EUA, Nova Zelândia, Índia e Austrália, além dos países de clima tropical. No México é utilizada para a produção de cordeiros para abate, em cruzamentos com pelibuey.
    • Características: Animal mocho, característica que está fazendo aumentar sua popularidade. Raça com grande influência merina em sua formação. Cara, orelhas e patas brancas, lã curta e branca, de qualidade média.

     

        Raça: Rabo Largo
    • Origem: Nordeste Brasileiro
    • Aptidão: carne/pele
    • Média de peso: 40 Kg.
    • Histórico: São resultantes do cruzamento entre animais da região com ovinos originários possivelmente da África ou da Ásia.
    • Características: Animais de porte médio com cauda de base larga e ponta de lança; deslanados ou com pouca lã; mochos ou chifrudos. Animais rústicos, de pelagem branca ou vermelha. Cascos brancos e quartos apertados.

     

        Raça: Romney Marsh [romney marsh]
    • Origem: Inglaterra
    • Aptidão: lã/carne
    • Média de peso: 90 Kg.
    • Histórico: Raça muito antiga, conhecida por muitos anos como Kent. Adaptável a campos baixos e úmidos. É uma das raças mais conhecida no mundo inteiro e também uma das mais importantes. Cria-se na Inglaterra, Nova Zelândia, Austrália, Argentina, Chile, Uruguai, EUA e Brasil.
    • Características: Animais mochos, com corpo cilíndrico e volumoso. Alto índice de produtividade em lã e carne. Orelhas grandes, lã semi-lustrosa, tipo cruza fina. Cascos fortes. Raça rústica, de bom temperamento.

     

        Raça: Santa Inês [santa inês]
    • Origem: Nordeste Brasileiro
    • Aptidão: carne/pele
    • Média de peso: 80 Kg.
    • Histórico: Pelas suas características, é resultante de cruzamentos entre ovinos morada nova e bergamacia ; Tal definição baseia-se em características da raça como: porte, tipo de cabeça, tipo de orelhas, etc.
    • Características: Ovinos deslanados, de grande porte, mochos, com pelagem variada. Cabeça média, corpo forte, dorso reto e cauda média. Podem ser pretos, vermelhos, brancos e suas combinações. Boa produtora de leite. Cascos brancos. Pouca cobertura muscular e bastante exigente na alimentação.

     

        Raça: Somalis Brasileiro
    • Origem: Ásia Central
    • Aptidão: carne/pele
    • Média de peso: 50 Kg.
    • Histórico: Introduzida no Brasil na década de 60. Pertence ao grupo de ovinos de garupa gorda. Foi introduzida no Brasil por criadores do estado do RJ.
    • Características: Ovinos deslanados, de porte médio, mochos. Com anca e cauda gordas. Membros fortes com aprumos corretos e boa cobertura muscular. Pelagem branca, com a cabeça e o pescoço pretos. Animais ústicos. Manchas pretas ou pardas na parte inferior dos membros e no corpo.

     

        Raça: Southdown
    • Origem: Reino Unido
    • Aptidão: carne/lã
    • Média de peso: 80 Kg.
    • Histórico: Uma das raças mais antigas. Uma raça importante com presença na maioria das raças down. Seu melhoramento começou em 1780 e, após cinquenta anos produziu resultados extraordinários.
    • Características: Animais pequenos, mochos e musculos. Lã fina, lustrosa. Podem apresentar pelos coloridos. Cabeça média, sem chifres e manchas. Pescoço curto e membros fortes. Grande habilidade leiteira e cordeiros com bom nível de crescimento.

     

        Raça: Sufolk [sufolk]
    • Origem: condado de Norfolk
    • Aptidão: carne/lã
    • Média de peso: 90 Kg.
    • Histórico: Cruzamento entre ovelhas de cara negra e chifrudas da raça norfolk com carneiros southdown.
    • Características: Produz carne magra e sem gordura. Cabeça grande,mocha. Dorso largo e plano, lombo forte. Coxas longas e musculosas. Lã classificada como cruza fina, com presença de fibras negras.

     

        Raça: Texel
    • Origem: Holanda
    • Aptidão: carne/lã
    • Média de peso: 85 Kg.
    • Histórico: Entrou no Brasil pelo RS. Encontrada também no Chile, México, Uruguai e Estados Unidos.
    • Características: Alta fertilidade. Grande produtora de leite. Lã encaracolada. Bom porte, esqueleto forte, corpo musculoso. Focinho escuro, geralmente preto.

   [voltar   voltar

 
 

[ABERTURA] [ ANIMAIS DE BIOTÉRIO] [ANIMAIS SILVESTRES] [AVES] [BOVINOS] [BUBALINOS] [CAPRINOS] [COELHOS E CHINCHILAS] [EQÜINOS] [OVINOS] [SUÍNOS] [BIBLIOGRAFIA] [CIÊNCIAS AMBIENTAIS] [IMPRIMIR][MAPA DO SITE] [VOLTAR]

[enviar mensagem]

atualizado em: abril/2002

Copyright c) 2001-2002 Armando José Capeletto Todos os direitos reservados