[imprimir]
[em construção]
[logo]

    Bioclimatologia animal on line

pesquisa e criação: Armando José Capeletto

 

Um poeta e os animais

[Walt Whitman]

     

       Um dos grandes nomes da poesia norte-americana, Walt Whitman (1819-1892) é um dos autores da literatura universal que todo estudante universitário deveria conhecer.


      
Contemporâneo da Guerra Civil norte-americana, Whitman foi um cronista de seu tempo capaz de expressar, através de suas poesias, tanto a condição interior do ser humano como as transformações da sociedade americana, ocorridas na segunda metade do século XIX.  

       Na primavera de 1855, o  próprio Whitman bancou a publicação da primeira edição de Leaves of  Grass, um volume com doze poemas longos e sem título.

       Escrito em versos livres, o trabalho não foi recebido com entusiasmo, passando desapercebido até que um dos grandes intelectuais da época, R. W. Emerson, saudou-o e deu boas-vindas a Whitman, como um poeta altamente original e inovador.

       Nos anos seguintes, novas edições de Leaves of  Grass foram lançadas, sempre com o acréscimo de novos poemas.


       Dentre eles, destaco a estrófe 32, com a qual me identifico desde a primeira vez que a li, na adolescência, e que reproduzo abaixo, no original.  Clique na figura, para saber mais sobre a vida e os poemas de W. Whitman.

        "I think I could turn and live with animals, they are so placid and self-contain’d;
        I stand and look at them long and long.

        They do not sweat and whine about their condition;
        They do not lie awake in the dark and weep for their sins;
        They do not make me sick discussing their duty to God;
        Not one is dissatisfied - not one is demented with the mania of owning things;
        Not one kneels to another, nor to his kind that lived thousands of years ago;
        Not one is respectable or industrious over the whole earth."


(Walt Whitman, Leaves of Grass, 1900).

 

"Chegará o dia em que o homem conhecerá a alma dos animais. Neste dia, um crime contra um animal, será considerado um crime contra a humanidade".
(Leonardo da Vinci, Século XVI)

 

        Se você conhece (ou criou) um texto em prosa ou verso envolvendo os homens e os animais, e gostaria que outras pessoas o conhecessem, envie-o por email e ele poderá ser incluído futuramente. Esta página está aberta a colaborações.

 

 

[ABERTURA] [ ANIMAIS DE BIOTÉRIO] [ANIMAIS SILVESTRES] [AVES] [BOVINOS] [BUBALINOS] [CAPRINOS] [COELHOS] [CHINCHILAS] [EQÜINOS] [OVINOS] [SUÍNOS] [BIBLIOGRAFIA] [CIÊNCIAS AMBIENTAIS] [IMPRIMIR] [VOLTAR]

[enviar mensagem]

atualizado em: abril/2002

Copyright (c) 2001-2002 * Armando José Capeletto * Todos os direitos reservados